fechar× Entre em contato (071) 2104-0091
blog-image

Diabetes: 5 principais sinais de que você pode ter a doença

Causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que ajuda a transformar a glicose em energia a diabetes é uma doença que provoca altos níveis desse açúcar no sangue. Com o tempo, esse excesso de glicose causa danos significativos à saúde do paciente: se não tratada, aumenta o risco de morte por doença cardiovascular, doença renal e câncer. É também uma das principais causas de amputações não traumáticas de pernas e pés, além de cegueira. Em grávidas, há risco de morte fetal.

Para chamar a atenção e simbolizar o combate à doença, que afeta cerca de 463 milhões de pessoas em todo o planeta entre as quais 13 milhões são brasileiros, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu o dia 14 de novembro como Dia Mundial do Diabetes. No ano passado, cerca de 4,2 milhões de pessoas morreram em decorrência da doença e de suas complicações. E, este ano, a pandemia de Covid-19 escancarou ainda mais a vulnerabilidade das pessoas com diabetes: diabéticos têm o dobro de risco de complicações ou mesmo morte por causa da doença.

Existem dois tipos da doença, o tipo 1 é considerado uma doença crônica, não transmissível e hereditária, que representa cerca de 10% do total dos diabéticos e afeta principalmente crianças e adolescentes. Ela ocorre quando as células de defesa do corpo atacam o pâncreas e interferem na produção de insulina.

O tipo mais comum, porém, é o 2, que é quando o corpo não consegue aproveitar totalmente a insulina. Na maioria dos casos, afeta quem tem mais de 40 anos, leva uma vida sedentária, apresenta sobrepeso e tem maus hábitos alimentares. Um dos maiores problemas é que esta é uma doença silenciosa, por isso é importante ficar atento aos primeiros sintomas.

Veja os 5 principais:

1. Fome constante
Como o organismo está com dificuldade de transformar o açúcar em energia, o corpo passa a pedir mais alimento, daí a sensação de fome constante.Vontade de fazer xixi várias vezes ao dia. Pelo fato de haver um alto nível de açúcar no sangue, o rim começa a trabalhar mais para tentar equilibrar a situação. Isso resulta em mais idas ao banheiro para expelir todo o excesso de açúcar que não conseguiu ser transformado pela insulina.

2. Sentir sede com muita frequência
Por ir mais vezes ao banheiro, o paciente desidrata mais rapidamente, por isso a sede.

3. Perda de peso
Como o corpo deixa de obter energia através da alimentação, ele passa a recorrer às reservas estocadas, como a gordura. O resultado é uma perda de peso repentina e inesperada.

4. Fraqueza e cansaço
O corpo também passa a ter dificuldades em repor a demanda de energia para realizar atividades cotidianas, o que provoca a sensação de fraqueza e cansaço.




Fonte: revistagalileu
Por OUTRO, 18.NOVEMBRO.2020 | Postado em Notícias 0 comentário(s)

Comentários

Deixe um comentário

Informação: não é permitido conteúdo HTML!
* Campos obrigatórios